Loader Image

NOTÍCIAS

Alunos do 6º ano participam de palestra sobre Artes Digitais

Alunos do 6º ano do Ensino Fundamental II (Turmas F61 e F62) participam de um ciclo de encontros com ex-alunos do Curso G9 para troca de experiências e de conhecimento em preparação à Feira do Conhecimento 2022.

 

O tema geral da Feira é “Reflexos da Semana de Arte Moderna de 1922 até os dias atuais e perspectivas futuras”. O subtema dos 6º anos é “Artes Digitais e Modernismo nos Dias de Hoje”.

 

“Acreditamos que essas rodas de conversas serão muito produtivas porque, além de promover participação dos alunos na elaboração de perguntas prévias aos convidados, elas permitem identificação tanto dos alunos com as 'palestrantes' ex-alunas, quanto das ex-alunas com os alunos, uma vez que elas já participaram da Feira do Conhecimento em anos anteriores e conhecem todo o processo de pesquisa e dedicação necessárias”, explicou Lívia Carvalho Mota Bueno, uma das orientadoras das turmas, ao lado dos professores Camila Aparecida dos Santos Pereira, e Vicente Carlos Martins.

 

O primeiro encontro foi com a ex-aluna do Curso G9 Ana Júlia Teodoro, graduanda em Artes na Universidade Federal Fluminense. O tema do encontro foi Artes Digitais. Durante o encontro, Ana Júlia abordou assuntos como modernismo, artes digitais e NFT (Non-fungible Token – Token não Fungível, na tradução para o português). Também falou sobre a criação de seus desenhos digitais, do curso que frequenta e do seu desejo em tornar-se animadora e roteirista.

 

As próximas atividades das turmas acontecerão nos dias 12, 18 e 26 de agosto. Confira a programação:

 

12/08 – Presencial

CATARINA FURLANI – Serigrafia x design modernista

 

18/08 – Online

BEATRICE MELO – Modernismo nas mídias e nas novas tecnologias

 

26/08 – Presencial

IRIS CUSTÓDIO – O modernismo no design gráfico

Leia Mais
...
11 de agosto de 2022

Alunos do 6º ano participam de palestra sobre Artes Digitais

Alunos do Ensino Médio participam do 1º Acantonamento de Inverno

Alunos do Ensino Médio participaram do 1º Acantonamento de Inverno do Curso G9, que teve organização dos professores Mateus Francisco e Vicente Carlos Martins e apoio das professoras Eloiza Montanari, Tamara Moraes Amorim e Valência Conti.

 

“Acredito que o acantonamento atingiu seu objetivo, promovendo um momento de socialização e renovação das energias para as novas atividades do semestre que se inicia”, explicou o Mateus Francisco.

 

De acordo com Mateus Francisco, o 1º Acantonamento de Inverno serviu como piloto para integrá-lo ao calendário de atividades do itinerário formativo “Isto é Matemática e Laboratório Steam”.

 

“Isso porque, tradicionalmente, realizamos um acantonamento com os alunos do Ensino Fundamental II que participam do Clube de Ciências. Ele permanecerá como é, mas, como acontece sempre no início de dezembro, passará a se chamar Acantonamento de Verão”, completou.

 

Acantonamento de Inverno

A atividade reuniu 56 alunos da 1ª e 2ª série do Ensino Médio e cinco monitores. As barracas foram montadas no campo de futebol. Durante o acantonamento, foram realizadas diversas atividades, como jogos de futsal e karaokê.

 

“A proposta era promover um encontro com alunos que participaram do Clube de Ciências e não tiveram essa oportunidade nos dois últimos anos em função da pandemia do Covid-19. Hoje eles estão no Ensino Médio e queriam muito participar dessa atividade. Daqui para frente, a ideia é tornar esse evento fixo e com atividades cada vez mais ligadas ao itinerário formativo”, destacou.

 

Os itinerários formativos, previstos na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), foram implantados pelo Curso G9 no início de 2021.

Leia Mais
...
10 de agosto de 2022

Alunos do Ensino Médio participam do 1º Acantonamento de Inverno

Turmas do 2º ano trocam cartões no início do semestre letivo

Um divertido correio da amizade marcou o início do segundo semestre letivo dos alunos do 2º ano do Ensino Fundamental I (Turma F21), da professora Vanessa Maduro de Almeida Dalla Rosa. A atividade teve apoio de Juliana Silva, da Biblioteca do Curso G9.

 

“Primeiro, os alunos foram convidados a confeccionar um cartão com um desenho do que mais gostaram de fazer nas férias de julho”, explicou Juliana Silva.

 

Depois, foi realizado um amigo oculto, momento em que os alunos puderam trocar os cartões, dividindo com o grupo um momento especial vivido durante o período de descanso do recesso escolar.

 

Para Juliana Silva, a atividade foi muito interessante e proveitosa porque puderam trabalhar com os alunos temas como socialização, leitura, escrita e a oralidade da turma.

Leia Mais
...
06 de agosto de 2022

Turmas do 2º ano trocam cartões no início do semestre letivo

Atletas do Curso G9 se destacam na fase estadual do JEMG

Atletas do Xadrez e do Atletismo do Curso G9 brilharam na fase estadual do JEMG – Jogos Escolares de Minas Gerais, realizado de 25 a 30 de julho, em Uberaba. O aluno Miguel Luiz Souza Barbosa conquistou medalha de ouro na prova de 3 mil metros no Módulo II do Atletismo e Renan de Souza Stockler Morais conseguiu a medalha de bronze do Xadrez, também no Módulo II.

 

Essa foi a primeira vez que o Curso G9 participou do Atletismo, que é realizado na fase estadual do JEMG. Com o resultado, Miguel Luiz está classificado o JEBS (Jogos Escolares Brasileiros), que será disputado na cidade de Aracaju/SE, em setembro.

 

“No Xadrez, tivemos bons resultados, além da medalha do Renan Morais. Ariane Stecca Martins também se destacou, com quatro vitórias, terminando o torneio do Módulo I Feminino na sexta colocação. Já a atleta Ana Beatriz Gonçalves fez bonito em sua primeira participação na fase estadual ao somar três vitórias e dois empates”, explicou o professor de Xadrez do Curso G9, Antônio Martins, que viajou com o grupo.

 

Os atletas do G9 tiveram ótimo desempenho nas etapas Microrregional e Regional dos jogos.

 

O próximo desafio dos atletas de Xadrez o Campeonato Brasileiro de Xadrez Escolar, que será disputado em Poços de Caldas, também em setembro. “Estamos confiantes porque nossa equipe ganhará o reforço de alunos do Ensino Fundamental I e II e dos atletas do Ensino Médio”, ressaltou o professor.

Leia Mais
...
01 de agosto de 2022

Atletas do Curso G9 se destacam na fase estadual do JEMG

Duas equipes são ouro na Mostra Brasileira de Foguetes

Duas equipes do Curso G9 conquistaram medalha de ouro na 16ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), olimpíada inteiramente experimental que consiste em construir e lançar foguetes. O resultado foi divulgado em 8 de julho.

 

Uma equipe é formada pelos alunos Caio Christopher Fernandes Ribeiro, Daniel Gonçalves Ribeiro e Guilherme Oliveira Masseli, todos alunos da 2ª série do Ensino Médio (Turma M22). A outra, por Rafael Neves de Moraes Castro e Vinicius Souza dos Santos, da 3ª série do Ensino Médio – Turmas M31 e M32, respectivamente.

 

Esta é a segunda vez que o Curso G9 conquista ouro na Mostra de Foguetes. Em 2020, o aluno Vinicius Moreira Campos ganhou medalha de ouro na MBFOG. Na época, ele estava na 1ª série do Ensino Médio.

 

A Mostra Brasileira de Foguetes é uma olimpíada inteiramente experimental, pois consiste em construir e lançar, obliquamente, foguetes, a partir de uma base de lançamento, o mais distante possível. Foguetes e bases de lançamentos devem ser construídos por alunos individualmente ou em equipes de até três componentes. Podem participar alunos do primeiro ano do Ensino Fundamental até os do último ano do Ensino Médio.

 

A MBFOG acontece em paralelo à Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) – neste ano, alunos do Curso G9 conquistaram 20 medalhas, sendo sete de ouro, cinco de prata e oito de bronze.

Leia Mais
...
14 de julho de 2022

Duas equipes são ouro na Mostra Brasileira de Foguetes

Alunos do Curso G9 conquistam 20 medalhas na OBA 2022

Alunos do Curso G9 conquistaram 20 medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), sendo sete de ouro, cinco de prata e oito de bronze. A competição, realizada em maio, reuniu 81 estudantes do colégio, do 4º ano do Ensino Fundamental I à 3ª série do Ensino Médio.

 

A OBA, realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e a Agência Espacial Brasileira (AEB), é dividida em quatro níveis: os três primeiros são para alunos do Ensino Fundamental e o quarto para os estudante do Ensino Médio. A prova é composta por dez perguntas, sendo sete de astronomia e três de astronáutica. A maioria das questões é de raciocínio lógico. As medalhas são distribuídas conforme a pontuação obtida em cada nível.

 

O Curso G9 tem tradição em olimpíadas escolares, como na OBA. Na edição de 2021, os alunos conquistaram 23 medalhas, sendo 13 são de ouro, 8 de prata e 2 de bronze; na edição de 2020, foram cinco medalhas de ouro, nove de prata e uma de bronze.

 

Outra olímpiada com ótimo desempenho dos alunos do Curso G9 é no Concurso Canguru de Matemática, a maior competição escolar da disciplina no mundo. Neste ano, eles conquistaram 22 medalhas, sendo 4 são de ouro, 1 de prata, 6 de bronze e 11 de honra ao mérito.

 

Confira os alunos medalhistas na OBA 2022:

 

OURO

·         João Gabriel Spazzapan Zoccal

·         Davi Nunes Montanari

·         Elisa Valença de Lorenci

·         João Pedro Tilmann de Souza

·         Júlia Mancilha Rennó

·         Letícia Ribeiro Pinto

·         Vinícius Souza dos Santos

 

PRATA

·         Clara Sales de Barros

·         Afonso Vitor Ligório Miranda

·         Guilherme Oliveira Masseli

·         Pedro Féris Rennó El Alam

·         Rafael Neves de Moraes Castro

 

BRONZE

·         Gustavo Araújo de Castro

·         Isabela Gomes Fernandez

·         Pedro Henrique Feichas Costa

·         João Matheus de Oliveira Nunes Campos

·         Mariana Amorim Santos

·         Pedro Miguel Leão

·         Yago Vieira Ramos

·         Beatriz Almeida Rezeck Biaso

 

Mais fotos da Prova OBA 2022 neste link.

Leia Mais
...
11 de julho de 2022

Alunos do Curso G9 conquistam 20 medalhas na OBA 2022

Três atletas do Xadrez do G9 estão na Fase Estadual do JEMG

Três alunos do Curso G9 estão classificados para a Fase Estadual dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) 2022 depois do bom desempenho na Fase Regional, realizada em Extrema/MG. São eles: Renan de Souza Stockler Morais e Ana Beatriz Gonçalves, ambos no Módulo II, e atletas Ariane Stecca Martins, do Módulo I. O resultado foi divulgado em 30 de junho.

 

“Mantivemos a tradição de sempre chegar à fase final do JEMG graças ao empenho e dedicação de nossos atletas, que mostraram muita maturidade durante as partidas”, explicou o professor de Xadrez do Curso G9, Antônio Martins. “Agora, vamos aumentar o ritmo dos treinos para chegar bem à etapa estadual”, completa. A fase final será disputada em Uberaba/MG, no final do mês de julho e início de agosto.

 

Os Jogos Escolares de Minas Gerais tem por finalidade o aumento da participação da juventude estudantil mineira em atividades desportivas, promovendo a integração social, o exercício da cidadania e a descoberta de novos talentos. O JEMG reúne escolas públicas e particulares dos municípios mineiros nas seguintes fases: Microrregional, Regional e Estadual.

 

Classificação

O aluno Renan Morais conquistou a classificação ao ser vice-campeão em sua categoria. Ana Beatriz ficou em 3º lugar e Ariane Stecca, em 4º lugar. Os três também tiveram ótimo desempenho na Fase Microrregional de Itajubá. Daniel David Rezeck de Biaso, 4º no Masculino Módulo I em Itajubá, não conseguiu classificação para a Estadual.

Leia Mais
...
01 de julho de 2022

Três atletas do Xadrez do G9 estão na Fase Estadual do JEMG

Alunos do Ensino Médio visitam hangar da Unifei

Alunos da 2ª série do Ensino Médio que integram o Itinerário Formativo “Isto é Matemática e Laboratório STEAM” visitaram o Hangar da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), a convite do professor Yohan Ali Diaz Mendez, do curso de Engenharia Mecânica Aeronáutica.

 

“Nossa visita teve um foco maior ao Projeto de Vida, pois pudemos conhecer um pouco mais sobre o curso de Engenharia Mecânica Aeronáutica”, explicou o professor de Matemática do Curso G9 e responsável pelo itinerário, Mateus Francisco. “Nosso objetivo foi conhecer o curso e aplicar os conceitos desenvolvidos nas aulas teóricas do itinerário”, completou.

 

Durante a visita, os alunos puderam conhecer vários modelos de aviões e helicópteros que são utilizados nas aulas práticas de engenharia.

 

O Curso G9 adota, desde o ano letivo de 2021, os Itinerários Formativos, previstos na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Eles contemplam as áreas de Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas. Também há o Projeto de Vida, trabalhado nos encontros dos itinerários na medida em que é oportunizada a reflexão sobre o projeto de vida de cada aluno.

Leia Mais
...
30 de junho de 2022

Alunos do Ensino Médio visitam hangar da Unifei

Jardim I assiste à peça teatral na abertura do Projeto de Literatura

Alunos do Jardim I (Turmas E41 e E42), das professoras Rejane Ribeiro de Lima e Letícia Benini, assistiram a uma peça teatral preparada pelas professoras e monitoras da Educação Infantil. Denominada "De bem com a vida", a peça foi o detonador do Projeto de Literatura das turmas.

 

“O objetivo do projeto é formar leitores e escritores competentes. A história é explorada por meio de vários recursos, e um deles é o teatro”, explicou a coordenadora pedagógica da Educação Infantil, Jéssica Antunes.

 

O enredo da peça apresenta Filó, uma joaninha muito vaidosa, que se arruma toda para visitar sua tia, mas recebe vários palpites sobre sua roupa. Filó fica triste e cansada, mas sua tia lhe ensina uma importante lição, a de que é amada como ela é.

 

“A história permite a reflexão sobre respeito às individualidades e o amor ao próximo”, destacou a coordenadora.

Leia Mais
...
24 de junho de 2022

Jardim I assiste à peça teatral na abertura do Projeto de Literatura

Curso G9 conquista 22 medalhas Concurso Canguru de Matemática

Alunos do Curso G9 conquistaram 22 medalhas no Concurso Canguru de Matemática, a maior competição escolar da disciplina no mundo. As provas foram realizadas em março. Do total, 4 são de ouro, 1 de prata, 6 de bronze e 11 de honra ao mérito.

 

A competição, que teve origem na França, é administrada globalmente pela Associação Canguru sem Fronteiras (Association Kangourou sans Frontières – AKSF). Em 2021, o Curso G9 ganhou dez medalhas no total.

 

“A cada competição, a gente nota uma melhora significativa nos resultados. Isso é fruto do trabalho desenvolvido pelo Curso G9 e pelo empenho e dedicação dos nossos alunos”, destaca o professor de Matemática. Mateus Francisco.

 

A olimpíada está dividida em seis níveis: Nível P (Pre Ecolier)  – alunos do 3º e 4º anos do EF I; Nível E (Ecolier) – alunos do 5º e 6º anos do EF I e Ensino Fundamental II (EF II), respectivamente; Nível B (Benjamin) – alunos do 7º e 8º anos do EF II; Nível C (Cadet) – alunos do 9º ano do EF II; Nível J (Júnior) – alunos da 1ª e 2ª séries do EM; e Nível S (Student) – alunos da 3ª série do EM. 

 

Medalhas

Conquistaram a medalha de ouro os seguintes alunos: Pedro Féris Rennó El Alam (Nível J), João Pedro Tilmann de Souza (Nível J), Gustavo Araújo de Castro (Nível E) e Lorenzo Rodrigues Quirelli (Nível E). Já a medalha de prata foi para Henrique Ribas Vieira Esper (Nível E).

 

Foram premiados com medalha de bronze os alunos: Isabella Wood Xavier (Nível P), Mariana Ramos Pedroso (Nível P), Ana Júlia Matos Fernandes (Nível P), André Bernardo Brito (Nível E), Elisa Valença de Lorenci (Nível J), João Matheus de Oliveira Nunes Campos (Nível J).

 

A honra ao mérito foi destinada aos estudantes Aline Amorim Prezoto (Nível P), Sofia Brito Riera (Nível P), João Victor de Almeida Santos (Nível E), Rafael Neves de Moraes Castro (Nível S), Sofia Tribist Almeida (Nível E), Giovana Fernandes Manso (Nível B), George Stefanello Simsen (Nível B), Davi Nunes Montanari (Nível B), Letícia Ribeiro Guedes (Nível C), Lívia Mohallem Alves (Nível J), Daniel Gonçalves Ribeiro (Nível J).

Leia Mais
...
17 de junho de 2022

Curso G9 conquista 22 medalhas Concurso Canguru de Matemática

Comunicado às Famílias sobre a Festa Julina 2022

Senhores pais ou responsáveis,

Vimos comunicar-lhes que nossa festa julina não acontecerá em 02/07/2022, conforme consta no calendário. Achamos prudente adiá-la devido ao aumento de casos de Covid em nossa comunidade.

Certos de contar com a compreensão de todos, agradecemos e nos colocamos à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas. 

A DIREÇÃO

Leia Mais
...
13 de junho de 2022

Comunicado às Famílias sobre a Festa Julina 2022

Alunos do Curso G9 são destaques em torneios de Xadrez

Atletas do Clube de Xadrez do Curso G9 brilharam em dois torneios oficiais realizados em junho: na etapa microrregional dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) 2022, realizado em Itajubá, e no Campeonato Brasileiro de Xadrez, realizado em Natal/RN.

 

Destaque para a aluna Giovanna Almeida Magalhaes, que se sagrou tetracampeã brasileira ao conquistar o primeiro lugar na Modalidade Rápida de sua categoria, e acumular dois vice-campeonatos no mesmo torneio: um na Modalidade Blitz e outro na Modalidade Clássica – neste último, as três primeiras colocadas empataram em número de pontos e ela ficou em 2º pelos critérios de desempate.

 

Também no brasileiro, Enzo de Almeida manteve a tradição de brilhar em competições nacionais e conquistou três medalhas, uma de cada modalidade: Blitz, Rápida e Clássica – ele figura no Top 10 da sua categoria.

 

JEMG

Já o ótimo desempenho da equipe garantiu a classificação do Curso G9 para a fase regional do JEMG, que acontecerá em Extrema, de 27/06 a 03/07.

 

Renan de Souza Stockler Morais foi campeão no Masculino Módulo II e Ana Beatriz Gonçalves foi vice-campeã no Feminino, também Módulo II. Também estão classificados os atletas Ariane Stecca Martins, 3º lugar no Feminino Módulo I, e Daniel David Rezeck de Biaso, 4º no Masculino

Módulo I.

Leia Mais
...
07 de junho de 2022

Alunos do Curso G9 são destaques em torneios de Xadrez

Alunos participam da OBA 2022 e constroem foguete para MBFOG

Alunos do 4º ano do Ensino Fundamental I à 3ª série do Ensino Médio realizaram as provas da edição 2022 da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), a primeira totalmente presencial desde o início da pandemia. No total, foram 81 participantes.

 

“O projeto pedagógico do Curso G9 prima pela qualidade e pela formação cidadã dos alunos e, ao estimular a participação em eventos como as olimpíadas escolares, trabalha valores muito importantes para a vida, como autonomia, respeito e trabalho em equipe”, explica o professor de Matemática, Mateus Francisco. Ao lado do professor Vicente Carlos Martins, coordena o Clube de Ciências do Curso G9.

 

A OBA, realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e a Agência Espacial Brasileira (AEB), é dividida em quatro níveis: os três primeiros são para alunos do Ensino Fundamental e o quarto para os estudante do Ensino Médio. A prova é composta por dez perguntas, sendo sete de astronomia e três de astronáutica. A maioria das questões é de raciocínio lógico. As medalhas são distribuídas conforme a pontuação obtida por cada nível.

 

O Curso G9 tem tradição em olimpíadas escolares, como na OBA. Na edição de 2021, os alunos conquistaram 23 medalhas, sendo 13 são de ouro, 8 de prata e 2 de bronze; na edição de 2020, foram cinco medalhas de ouro, nove de prata e uma de bronze.

 

MBFOG

Três alunos da 2ª série do Ensino Médio, todos da turma M22, participam da 16ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), olimpíada inteiramente experimental, que consiste em construir e lançar foguetes. São eles: Caio Christopher Fernandes Ribeiro, Daniel Gonçalves Ribeiro e Guilherme Oliveira Masseli. Eles construíram o foguete e já começaram a fase de testes.

 

“O foguete tem como propulsão a ejeção da mistura do vinagre e do bicarbonato de sódio pelo gás gerado pelo contato destas duas substâncias. O foguete com motor de propelente sólido tem como propulsão a ejeção dos gases resultantes da queima do propelente, em alta velocidade”, explicou o professor Mateus.

 

O aluno Vinicius Moreira Campos conquistou, em 2020, uma medalha de ouro na MBFOG. Na época, ele estava na 1ª série do Ensino Médio.

Leia Mais
...
25 de maio de 2022

Alunos participam da OBA 2022 e constroem foguete para MBFOG

Alunos do 8º aprendem a fazer câmera escura em aula de fotografia

Alunos do 8º ano do Ensino Fundamental II do Curso G9 construíram uma câmara escura e puderam fazer uso do experimento durante aula de Arte, com o professor André Felipe de Oliveira Andrade. A parte prática aconteceu na área verde do colégio.

 

“Embora a maioria de nós tire muitas fotos, nem sempre sabemos analisar o que torna uma fotografia realmente boa. Foi isso que nos motivou a querer saber mais sobre essa arte”, explicou. A atividade foi realizadas com as turmas F81 e F82 e teve como mote a seguinte pergunta: Você gosta de tirar fotografias?

 

André Andrade contou que, durante a aula, os alunos puderam aprender um pouco da história da fotografia e algumas teorias sobre essa linguagem tão presente no cotidiano. “Aprendemos que a câmara escura, muito utilizada pelos artistas renascentistas, foi um equipamento que tornou a invenção da câmera fotográfica possível”, destacou. Por meio dela, disse professor, os artistas observavam a cena que gostariam de pintar projetada no fundo da caixa, porém a imagem era invertida.

 

Depois da parte teórica, cada aluno teve a oportunidade de construir e testar a sua própria câmera escura.

Leia Mais
...
19 de maio de 2022

Alunos do 8º aprendem a fazer câmera escura em aula de fotografia

Feira tem como tema o centenário da Semana de Arte Moderna de 1922

Alunos da Educação Infantil à 2ª série do Ensino Médio já começaram as pesquisas para a Feira do Conhecimento 2022, que terá como tema o centenário da Semana de Arte Moderna, realizada em São Paulo, em 1922.

 

Na Educação Infantil e no Ensino Fundamental I (EF I) o trabalho de sensibilização para Feira acontece, desde março,  por meio de atividades desenvolvidas em sala de aula, na biblioteca e no pátio do Curso G9. Foram feitas apresentações musicais, encenações teatrais e oficinas de desenhos e pinturas.

 

No Ensino Fundamental I, réplicas das principais obras dos artistas modernistas, como o Abaporu, da pintora Tarsila do Amaral, foram expostas no “museu a céu aberto”, criado no pátio interno do colégio. Como em um museu, os alunos do 1º ao 5º ano puderam passear e conhecer mais, com apoio de um guia-professor, sobre as principais obras dos artistas da Semana de 1922.

 

No Ensino Fundamental II, os alunos do 7º ano foram convidados a conhecer o tema da Feira por meio de uma apresentação feita pelas professoras Bruna Xavier Medeiros, Cláudia Fortes de Souza e Tamara Moraes Amorim. “Para aproximá-los desse assunto, fomos caracterizadas, até com a ‘presença’ da pintora Tarsila do Amaral, representada pela professora Bruna; os alunos conheceram uma das manifestações mais interessantes e polêmicas de nossa história cultural”, disse Cláudia Fortes.

 

As turmas do 8º ano (Turma F81 e F82) participaram de uma apresentação com o tema “Reflexos da Semana da Arte Moderna de 1922 até os dias atuais e perspectivas futuras”. “A condução das atividades surpreendeu a todos com músicas e telas bastante conhecidas”, disse a professora Eloiza Montanari. Também participaram da atividade os professores Glauber Luz, André Andrade e Alex Souza.

 

Já os alunos do 9º ano (Turmas F91 e F92) participaram de uma palestra sobre a Semana de Arte Moderna com a professora Giuliana Capistrano Mendes de Andrade, do Curso de Letras da Fepi. Os coordenadores das pesquisas das turmas são os professores Marco Antônio, Silvânia Maria Pereira e Valência Conti.

Leia Mais
...
25 de abril de 2022

Feira tem como tema o centenário da Semana de Arte Moderna de 1922

Artes visuais é tema de encontro de alunos com o artista Leonardo Bueno

Identificar e apreciar formas distintas das artes visuais tradicionais e contemporâneas, cultivando a percepção, o imaginário, a capacidade de simbolizar e o repertório imagético é uma das habilidades a serem desenvolvidas pelos alunos.

 

Para cumprir tal objetivo, a professora de Arte do 5º ano do Ensino Fundamental I, Ludmila Silva Grassi, propôs aos alunos uma pesquisa sobre uma obra de arte do ano de seu nascimento. Foi a partir dessa proposta que a aluna Maria Luísa Brites (Turma F51) convidou para vir à escola o artista plástico Leonardo Bueno para participar de um bate-papo com a turma.

 

Durante a entrevista, os alunos puderam falar sobre a criatividade, sobre o momento de criação e conheceram algumas obras criadas por Leonardo.

 

“A conversa sobre o sonho de cada um foi o ponto alto da entrevista”, destaca a a coordenadora pedagógica do EF I, professora Nilceia Julliana Ribeiro de Carvalho Pereira. 

Leia Mais
...
19 de abril de 2022

Artes visuais é tema de encontro de alunos com o artista Leonardo Bueno

TOPO